Planejamento Tributário 2019

Preocupar se com o planejamento tributário dará boa oportunidade para sua empresa

Realizar o seu planejamento tributário já pensando em 2019 pode ser uma boa oportunidade de sua empresa ganhar certo fôlego e, deste modo, conseguir realizar outros planejamentos e investimentos não programados ainda.

Claro que este planejamento tributário envolve uma série de fatores, mas é através dele que você poderá construir um plano de ação coeso e que se adeque às necessidades e planejamentos estratégicos de sua empresa ou de seu negócio.

Este planejamento tributário deve ser feito por qualquer empresa, desde um pequeno empreendedor ou MEI à até grandes empresas presentes no mercado.

Neste guia, vamos orientá-lo sobre a importância deste planejamento e como realizá-lo de uma forma mais simples e eficaz.  

A importância do planejamento tributário 2019

Você precisa se preocupar com este planejamento tributário para 2019 por uma série de motivos, mas, o principal deles é sem dúvida por fatores estratégicos para o seu negócio.

Hoje em dia o que mais se fala, em qualquer nível de negócio, é na redução de custos como forma de alavancar maiores lucros.

Se você não se planejar adequadamente sobre diversos aspectos para 2019, sua empresa ou seu negócio corre o sério risco de perder dinheiro. Um destes planejamentos é o tributário, sem dúvida alguma.

O planejamento é essencial para maiores lucros

Para maiores lucros é importante um planejamento

Ao conseguir administrar corretamente todos os tributos já pensando em 2019, conseguirá influenciar de forma decisiva toda a lucratividade de sua empresa ou negócio.

E é fácil de entender o porquê disto, afinal, toda a carga tributária exerce influência direta em seu planejamento financeiro bem como no valor do seu produto final. Então, não dá para não pensar em planejamento tributário.

O que é o Planejamento Tributário

Nada mais é do que um plano de ações que deve ser detalhado e direcionado, com o objetivo claro de deixar as empresas e seu negócio totalmente regularizado com o fisco brasileiro, buscando sempre a redução fiscal e diminuindo, com isto, o impacto tributário sobre sua empresa.

É, portanto, a forma ideal para que o seu negócio ou empresa tenha aquele fôlego extra e, com este, conseguir aumentar sua produção ou mesmo sua competitividade no mercado em que está inserida.

Impacto tributário poderá ser reduzido com uma plano de ações

Defina um plano de ações para diminuir o impacto tributário da sua empresa.

Como você pode perceber, não é possível desconsiderar este planejamento e quanto antes for feito mais tranquilo e projetada para o futuro sua empresa estará.

Como realizar o Planejamento Tributário 2019

Teoricamente, realizar este planejamento tributário não é tão difícil assim. No entanto, você precisará ficar atento às próprias projeções de sua empresa ou negócio e também de possíveis alterações nos tributos federais e estaduais, com foco principalmente nos federais, como o IR, por exemplo.

O Imposto sobre a Renda, não projetado adequadamente para o primeiro semestre do ano seguinte, pode significar uma “mordida” financeira bem grande em seu negócio e, se não for observado atentamente, você pode ser pego de surpresa e esta “surpresa” no mundo dos negócios pode até ser fatal, dependendo da situação.

Desde modo, siga algumas dicas úteis para iniciar este seu planejamento tributário para 2019:

  • Faça uma análise o mais detalhada possível de todos os tributos pagos pela empresa, mesmo que considerando ainda o ano vigente como base. Esta análise deve ser de operação por operação, tributo a tributo, sem deixar passar nada. É um verdadeiro “pente fino”;
  • Procure, no levantamento acima, pontos que podem sofrer possíveis reduções e marque-os para que fiquem em seu “radar estratégico”;
  • Confirme se o regime tributário no qual o seu negócio está enquadrado atualmente é o mais adequado. Mudanças na empresa, aumentos de produtividade e lucro, etc., podem indicar a necessidade de optar por uma outra forma tributária como mecanismo de redução de impostos pagos.

Nem sempre o Simples Nacional, por exemplo, é a melhor opção tributária para o seu tipo de negócio. Esta revisão e planejamento irão lhe mostrar isto com certeza.

Se possível ainda, conte com o auxílio de um profissional contador. Ele poderá trabalhar lado a lado com você auxiliando na elaboração deste planejamento tributário para 2019.

Procure um contador para auxiliar com o planejamento tributário

Um profissional contábil poderá elaborar o planejamento tributário

Se ele for feito de forma correta sua empresa entrará 2019 com o “pé direito” e você super tranquilo quanto ao futuro do seu negócio.

Regimes Tributários existentes no Brasil

No Brasil de hoje existem apenas três regimes únicos de tributação, que são eles:

  1. Simples Nacional (SN): é muito procurado pela maioria dos empreendedores, mas, nem sempre é o regime tributário mais adequado ao seu tipo de negócio. É o regime considerado o menos complexo, com alíquotas muito bem definidas e progressivas, bem mais fáceis e simples de serem aplicadas.
  2. Lucro Presumido (LP): o próprio nome já denuncia, ou seja, é totalmente presumido. E o que isto significa? Em tese, você paga impostos independentemente se teve lucro real ou não. Isto quer dizer que, mesmo tendo prejuízo, terá que pagar impostos como IRPJ, CSLL, PIS e COFINS.
  3. Lucro Real (LR): o nome também o denuncia, ou seja, o que vale aqui é o lucro real obtido, e não o presumido como no caso do regime LP. Isto significa que sua empresa pagará apenas sobre os lucros reais obtidos. Se teve prejuízo, não paga.

É aconselhável consultar um contador para conseguir entender melhor qual destes regimes melhor se aplica ao seu negócio/empresa e ao momento em que a mesma está vivendo.

 

Comentários Facebook

Leave A Response

* Denotes Required Field